Veja as tendências de comunicação interna para os próximos anos

Como você já deve saber bem, a qualidade da comunicação corporativa faz toda a diferença no desempenho da equipe. Isso não só no que diz respeito à estrutura da empresa, como internet e softwares, mas também às atitudes no dia a dia de trabalho. Para garantir bons resultados no futuro, você deve conhecer algumas das tendências de comunicação interna que devem se concretizar nos próximos anos.

Já faz um bom tempo que o perfil dos profissionais vem mudando. Na última década, as gerações mais jovens, que cresceram em um mundo já governado pela tecnologia digital, passaram a fazer parte do mercado de trabalho. E, junto com essa mudança de geração, também ocorreram várias alterações nas dinâmicas internas da empresa. Por isso, para se manter produtivo, seu negócio precisa se adaptar a essas mudanças o quanto antes.

Para lhe ajudar a entender melhor o assunto e começar a melhorar a sua empresa, listamos aqui algumas das principais tendências de comunicação interna e o que você pode fazer para segui-las. Confira.

Presença das múltiplas gerações no mesmo espaço

Um dos primeiros fatores que você vai notar na sua empresa no futuro, ou que já pode estar acontecendo, é a grande variedade de gerações que estarão presentes nos mesmos espaços — desde os baby boomers até a chamada Geração Z, com os mais jovens se tornando cada vez mais proeminentes no ambiente de trabalho.

Dentre as várias implicações disso no seu negócio, a maior delas é que, para manter a harmonia da equipe, é necessário saber mediar a relação entre essas gerações. Os contrastes de atitudes, expectativas e objetivos de pessoas de diferentes idades costumam ser bem visíveis no dia a dia, sendo de suma importância que você consiga aproximá-los, além de adaptar sua estrutura ao novo corpo de trabalho.

Foco na experiência dos colaboradores

Hoje em dia, há cada vez mais ênfase sendo colocada na satisfação que cada indivíduo tem com o próprio trabalho, não apenas na compensação financeira ou na segurança da carreira. Ter uma boa experiência profissional, sentindo-se parte do negócio, vendo a própria contribuição e adquirindo algo dessa interação, é igualmente importante — se não mais.

O que muitos não notam é que boa parte disso depende de boas práticas de comunicação interna. Além de ter espaços e canais por meio dos quais os colaboradores possam interagir, tornando suas tarefas mais fáceis, também é importante que a cultura do seu negócio promova esse tipo de comportamento.

Informações e dados em tempo real

Outra forte tendência de comunicação interna, principalmente trazida graças à tecnologia e às novas gerações, é a necessidade de ter informações sempre atualizadas. Dessa forma, independentemente do momento, qualquer pessoa pode acessar um banco de dados e conseguir aquilo que precisam para cumprir as suas tarefas de rotina.

Conseguir colocar algo assim em prática pode ser mais difícil em algumas áreas de atuação, mas ainda é um investimento que vale a pena. Depois que houver uma estrutura adequada, ela pode ser mais facilmente escalonada para dar conta de todos os seus colaboradores, parceiros e clientes.

Promoção da diversidade no ambiente de trabalho

É verdade que as diferenças podem provocar atritos, associados à cor, à religião ou às opiniões. Porém, ter mais perspectivas diferentes em um mesmo ambiente evita que ele fique estagnado e contribui com a inovação no dia a dia.

Por isso, é importante ter programas de diversidade no ambiente de trabalho. Não se prenda apenas às cotas para um negócio de seu porte — extrapole isso e busque ativamente pessoas que agreguem algo diferente ao grupo.

Em última instância, todos precisam estar minimamente alinhados com a filosofia da empresa, e isso é feito, em especial, por meio de uma comunicação eficiente. Sempre se tem muito a ganhar, incluindo a vivência com indivíduos com diferentes histórias de vida, os quais podem contribuir de formas diversas para as interações dentro do negócio.

Comunicação menos formal

Existe uma série de normas de etiqueta que ainda são utilizadas em diversos negócios, principalmente nas conversas entre colaboradores de diferentes níveis hierárquicos. Porém, nos últimos anos, várias dessas normas têm se tornando mais flexíveis ou mesmo acabado completamente.

A lição principal aqui é que, para ter uma boa comunicação interna, não há necessidade de manter um formato específico de comunicação. Desde que todos os colaboradores sejam educados e bem claros, gírias e expressões mais informais são mais que bem-vindas no ambiente de trabalho.

Ênfase no uso da tecnologia móvel

Os aparelhos celulares e tablets revolucionaram as tendências de comunicação interna, seja na troca de informações, seja na coordenação de equipes ou na aproximação de colaboradores. Como essa é uma ferramenta cada vez mais comum na vida pessoal dos profissionais, ela acaba se tornando parte integrante do dia a dia de trabalho.

Sendo assim, esses recursos também devem ser incluídos no planejamento do seu negócio. O uso de aplicativos, documentos em nuvem e programas de chat, por exemplo, pode ser facilmente levado em conta pelas suas equipes, principalmente se alguns setores tiverem a opção de trabalho remoto.

Depois que aplicar mais esses recursos em seus processos, você verá como eles têm um bom reflexo na sua comunicação interna.

Humanização e personalização da comunicação interna

Por fim, mas não menos importante, é bom lembrar que quanto mais um negócio cresce, mais grupos se formam em cada setor. Além disso, é provável que cada um tenha uma linguagem e um conjunto de conhecimentos diferentes. Isso também cria a necessidade de que alguns aspectos da sua comunicação interna sejam adaptados de acordo com o interlocutor específico.

Daí vem a importância de humanizar os seus métodos de comunicação interna, adaptando-se a cada contexto. Afinal, a linguagem que você usa para interagir com uma equipe de marketing será diferente daquela usada com o seu time de finanças, já que todos possuem formas diferentes de entender o mundo à sua volta.

Agora que você conhece as tendências de comunicação interna para o futuro, é hora de começar a se adaptar. Quanto antes começar, mais fácil será para aproveitar os seus benefícios.

Se quiser continuar aprendendo mais sobre o assunto, siga-nos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e no YouTube, para acompanhar as nossas novidades em primeira mão!